Atendimento

Atualizando informações ...

Pain-Oxx 14,64g

Ref: 9307
Marca: Ceva
Descrição Geral

Pain-Oxx é uma pasta oral à base de Firocoxibe, um anti-inflamatório não esteroidal (AINE) da classe dos coxibes, para uso em equinos. O firocoxibe inibe a produção das prostaglandinas que contribuem para a dor e inflamação (COX-2) e poupa aquelas que mantêm as funções gastrointestinal, plaquetária e renal normais (COX-1), sendo assim, pode ser utilizado para tratar a inflamação de tecidos moles ou músculos-esqueléticos, associada a condições pós-cirúrgicas, traumas, osteoartrites, entre outros. Auxilia também no controle da dor e febre associadas aos processos inflamatórios, especialmente em casos de osteoartrite crônica e doença do navicular em equinos, reduzindo os sinais de claudicação.

 

FÓRMULA

Cada 100 g do produto contêm:

Firocoxibe..............0,820 g

Excipientes.q.s.p..............100,00 g

 

INDICAÇÃO

PAIN-OXX é indicado para equinos no tratamento de inflamações de tecidos moles ou musculoesqueléticos, de origem pós-traumática ou pós-cirurgica. 

 

MODO DE USO E DOSAGEM

PAIN-OXX deve ser administrado pela via oral na dose de 0,1 mg de firocoxibe por kg de peso vivo. Cada graduação de seringa com 14,64 g do produto (multidose) corresponde à dose para tratar 50 Kg de peso. Graduar a seringa de acordo com o peso do animal, posicionar o bico da seringa entre os dentes e pressionar o êmbolo, depositando o medicamento na porção posterior da língua do animal. 

Deve-se levantar a cabeça do animal por breve espaço de tempo para ter a certeza de que o medicamento foi totalmente ingerido. 

Antes da administração do produto, deve-se assegurar que não haja alimento na cavidade oral do animal.

A apresentação fornece 8,2 mg de firocoxibe por grama de produto, ou seja, cada seringa de 14,64 gramas é suficiente para tratar 1.200 Kg de peso corporal.

Administrar o produto 1 (uma) vez ao dia, por até 14 dias consecutivos.

 

ATENÇÃO

Pain-Oxx não deve ser utilizado em animais com hipersensibilidade ao firocoxibe ou a outros AINEs. 

O medicamento deve ser usado com cautela e monitoramento intensificado em pacientes com disfunção renal, hepática ou cardiovascular preexistente, e naqueles que estão desidratados, hipovolêmicos, hipotensos ou em terapia diurética concomitante. 

O produto é contraindicado em animais com doenças ulcerativas gastrointestinais ativas e em pacientes com distúrbios hemorrágicos ou trombocitopenia.

Produtos visualizados

Carregando ...